Fazemos acontecer

Tudo pela acessibilidade

Publicado na Revista Tutti Vida & Estilo | 03ª Edição | Agosto | 2012
Foto: Alessandro Maschio / MBM Ideias

Edifício Tiradentes faz reformas para garantir mobilidade às pessoas com deficiência e idosos

A palavra acessibilidade há algum tempo passou a ser mais falada e comentada. É a questão que garante a movimentação, sem problemas, de pessoas com deficiência física e pessoas com mobilidade prejudicada. Porém, entre a teoria e a prática, ainda há um longo caminho. Por isso, a decisão do Edifício Tiradentes que, em breve, terá uma portaria totalmente adaptada para o acesso de pessoas com deficiência.

“Essa questão da acessibilidade não envolve apenas o cadeirante, mas também pessoas que se acidentaram ou fraturaram alguma parte do corpo ou, então, fizeram alguma cirurgia e precisam ficar imobilizadas. Pode ser definitivo ou temporário. E é, acima de tudo, uma questão de cidadania”, conta o atual síndico do condomínio, o representante comercial Edélcio Lucafó.

De acordo com ele, a questão começou a ser discutida há algum tempo, desde quando o síndico era o comerciante Oswaldo Trevisan, e foi aprovada numa assembleia de condomínio, em que era necessária a unanimidade. As obras, que começam no final de agosto, devem durar entre 30 e 40 dias, para não estressar os moradores.

“Além da acessibilidade, a obra contempla também a segurança, já que a guarita, que hoje fica bem perto da calçada, na rua Tiradentes, foi recuada e ampliada, com a construção também de banheiros novos para os porteiros”, explica o sub-síndico, o professor Ely Eser Barreto César. O projeto, elaborado pelo arquiteto Ricardo Chaim, prevê várias mudanças, começando pela troca da calçada, que terá piso intertravado. A garagem terá a entrada ampliada, mas a maior alteração será na entrada, que hoje é estreita.

Edélcio e Ely Éser ajudam cadeirante: obras de adaptação devem durar até 40 diasAtualmente, um cadeirante, para entrar no Edifício Tiradentes, precisa contar com a ajuda de, no mínimo, duas pessoas, para ter a cadeira levantada. Sem contar com a abertura do portão, que às vezes emperra, o piso escorregadio e degraus baixos. Tudo isso vai mudar com a construção de uma rampa com piso tátil e que facilitará a vida dos cadeirantes. Essa rampa terá cinco metros, e ficará nivelada com o chão, terminando na guarita nova, também com entrada facilitada.

Lucafó afirma que a reforma da entrada foi planejada pensando também nos moradores. Se hoje não existe nenhum morador cadeirante, ele destaca que boa parte da população residente no condomínio já está perto da Terceira Idade. “Fizemos um levantamento e verificamos que em torno de 40% dos nossos moradores já estão com mais de 60 anos. Então, temos de pensar no futuro e garantir mais comodidade para os nossos condôminos”, reforça o síndico, que mora no prédio há 16 anos e está no cargo há dois. Ely Eser, o sub-síndico, é morador desde a construção, há 20 anos.

O Edifício Tiradentes tem 44 apartamentos e 120 moradores. Dos condomínios mais tradicionais de Piracicaba, é um dos primeiros a realizar a adaptação da entrada. (por Ronaldo Victoria)

Revista Tutti Vida & Estilo Ver todas


Index Soluções
MBM Escritório de Ideias.
Rua Professor Luiz Curiacos, 109 – salas 513 e 514   Cidade Jardim   CEP 13416-461   Piracicaba SP  Fone 19 3371 5944  contato@mbmideias.com.br