Fazemos acontecer

De olho nos para-raios

Publicado na Revista Tutti Vida & Estilo | 05ª Edição | Dezembro | 2012
Foto: Divulgação

O nosso país é um dos que tem maior incidência de descargas elétricas por raio, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Obviamente, isso acontece agora no período das chuvas. Por isso, cabe alertar sobre a necessidade de saber se proteger para evitar acidentes e dissabores.

O sistema de para-raios tem por objetivo captá-los e descarregá-los de forma segura no solo. Porém, quando mal instalados, ou fora das normas, isso pode não ocorrer, gerando risco de graves acidentes com pessoas que estejam circulando pelo local no ato da ocorrência ou até mesmo comprometendo a estrutura do edifício.

Outro ponto que reforça a necessidade do cuidado é com as seguradoras, pois, no caso de um reembolso de prejuízos sofridos por danos elétricos, poderá ocorrer a negativa do ressarcimento, caso não haja os documentos necessários e que atestem a normalidade do Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas (SPDA).

Há, ainda, o fato de que unidades autônomas ou áreas comuns podem sofrer com a queima de equipamentos eletrônicos em decorrência de descarga elétrica ocasionada pela falta de manutenção necessária ou não-conformidade do para-raio em relação às normas vigentes.

Sendo assim, orientamos que anualmente seja feita a vistoria do SPDA por meio de empresa especializada, que fornecerá os documentos necessários que atestem a normalidade de todo o sistema. É importante lembrar que o laudo deverá ser conclusivo, ou seja, caso haja problemas, deverá ser fornecido um relatório informando o que deverá ser feito. Depois da realização das obras é fornecido o laudo final.


Rodrigo Brancalion é diretor da Brancalion Administradora de Condomínios

Revista Tutti Vida & Estilo Ver todas


Index Soluções
MBM Escritório de Ideias.
Rua Professor Luiz Curiacos, 109 – salas 513 e 514   Cidade Jardim   CEP 13416-461   Piracicaba SP  Fone 19 3371 5944  contato@mbmideias.com.br