Fazemos acontecer

Entre notas e números

Publicado na Revista Tutti Vida & Estilo | 11ª Edição | Dezembro | 2013
Foto: Alessandro Maschio

Piracicabano se divide entre o mercado de capitais e a paixão pela música

Imagine trabalhar o dia inteiro com mercado de capitais, conferindo números e oscilações de ações. Estressante? Sempre. Mas tudo pode melhorar se você acrescentar música para relaxar, baixar a tensão e diminuir a adrenalina. Essa é a receita seguida há um ano por Oswaldo Luiz Rosante,  o DJ Boca. “Posso dizer que a música é minha válvula de escape. Se não me sinto bem, ligo o som e já vem um bem-estar, fico feliz. A boa música mexe com a alma”, afirma.

E isso já puderam conferir os que o viram tocar em eventos como os 15 anos do Navegantes Restaurante, o talk show com Danuza Leão realizado pela coluna Perfil, da Gazeta de Piracicaba, e revista Trifatto, entre outras apresentações.

Quando decidiu ser DJ, Boca fez um curso profissional. “A música sempre esteve presente em minha vida. Quando criança, sofri um acidente doméstico e fiquei um tempo acamado. Naquele período, ela (a música) foi uma das minhas principais companhias”, lembra.

Se a música relaxa, ao mesmo tempo exige muita pesquisa e informação de quem pretende seguir a carreira de DJ. Boca conta que procura manter-se atualizado, mas essa tarefa envolve muito mais prazer do que obrigação. “Tudo que eu ouço e gosto, procuro saber o que é. E, graças à internet, temos a facilidade do acesso às músicas. Ouço rádios web, leio matérias sobre música, amigos também me dão ótimas dicas. Essa troca de informação é muito importante na minha profissão”, avalia.

No mercado de capitais, Boca atua desde 2008. E entende que os altos e baixos já se tornaram parte indissociável do ofício. “O ponto alto é que é um trabalho desafiador, exige dedicação e pode trazer bons lucros. A desvantagem é que é muito estressante. Você tem que ter controle emocional e de risco muito grande, pois caso contrário pode perder dinheiro muito rápido.”

Durante o dia, ele exerce esse trabalho desafiante e arriscado. Como ele tem flexibilidade para fazer seus horários, consegue conciliar sem problemas com as atividades de DJ, já que a maioria das festas acontece à noite ou num happy hour. Boca conta que não segue diretamente o estilo de nenhum DJ, mas gosta muito do trabalho de Parov Stelar e Thievery Corporation.
 

Revista Tutti Vida & Estilo Ver todas


Index Soluções
MBM Escritório de Ideias.
Rua Professor Luiz Curiacos, 109 – salas 513 e 514   Cidade Jardim   CEP 13416-461   Piracicaba SP  Fone 19 3371 5944  contato@mbmideias.com.br