Fazemos acontecer

Cinemania - Tem Brasil na tela

Publicado na Revista Tutti Vida & Estilo | 14ª Edição | Junho | 2014
Foto: Divulgação

Por Ronaldo Victoria

 
Apesar dos eternos descontentes, o Brasil está neste tempo na ordem do dia, com Copa do Mundo, discussões, manifestações e tudo o mais. Tempo de lembrar produções que discutiram esse país e também provocaram polêmica.
 
Macunaíma (1969)
A história do ‘herói sem nenhum caráter’, criado por Mário de Andrade, ganhou um filme tropicalista, belamente dirigido por Joaquim Pedro de Andrade. Grande Otelo e Paulo José se revezaram na pele do herói.
 
Terra em Transe (1967)
Polêmica, seu nome sempre foi Glauber Rocha, diretor que uns amam e outros odeiam. E nem todos assistiram. Aqui ele mostra a sujeira da nossa política. Paulo Autran e Jardel Filho brilham.
 
Central do Brasil (1998)
Fernanda Montenegro foi indicada ao Oscar de atriz pelo seu desempenho como Dora, que escreve cartas para analfabetos e conhece um menino que perdeu os pais. Viagem pelo país profundo.

 
 
Dona Flor e Seus Dois Maridos (1976)
Adaptação do livro de Jorge Amado por Bruno Barreto. Fez enorme sucesso. Sônia Braga era a professora de culinária que chorava pelo falecido marido Vadinho (o falecido José Wilker).
 
 
  
Cidade de Deus (2002)
Um dos maiores sucessos do cinema brasileiro, indicado a quatro Oscar. Fernando Meirelles fez carreira internacional depois de contar a história ambientada na favela, com violência e adrenalina.
 
O Beijo da Mulher Aranha (1985)
Quem ganhou o Oscar foi o americano William Hurt, na pele do travesti Molina, que divide uma cela com o guerrilheiro Valentim (Raul Julia). Passa o tempo contando histórias de filmes antigos.
 

Revista Tutti Vida & Estilo Ver todas


Index Soluções
MBM Escritório de Ideias.
Rua Professor Luiz Curiacos, 109 – salas 513 e 514   Cidade Jardim   CEP 13416-461   Piracicaba SP  Fone 19 3371 5944  contato@mbmideias.com.br