Fazemos acontecer

Leia Mais!

Publicado na Revista Tutti Vida & Estilo | 23ª Edição | Dezembro | 2015

 “Os verdadeiros analfabetos são os que aprenderam a ler e não leem.” Mário Quintana

 
AS VIDAS E AS MORTES DE FRANKENSTEIN
Jeanette Rozsas, Editora Geração
 
Personagens reais e ficcionais tratam de uma questão polêmica: para vencer a morte, a ciência pode passar por cima até mesmo da moral e da ética? Este é o vínculo que aproxima, em épocas diferentes, uma jovem pesquisadora brasileira na Alemanha, três escritores ingleses do século 19 e um famoso alquimista do século 17 e seu ingênuo discípulo.
 
SOBREVIVEU A AUSCHWITZ - Liliana Segre, uma das últimas testemunhas da Shoah
Emanuela Zuccalà, Paulinas
 
A obra relata momentos marcantes de Liliana Segre no campo de concentração de Auschwitz. Ela era uma menina judia na Itália fascista, que escapou de um plano de extermínio e se tornou uma mulher de paz. No campo, perdeu os pais e avós paternos.
 
PROVOCAÇÕES CORPORATIVAS
Heródoto Barbeiro, Record News
 
A obra é organizada como um programa de dez sessões de discussão. Em cada encontro, cinco executivos debatem questões acerca de política, educação, economia, entre outros temas importantes que entrelaçam o mundo empresarial com a sociedade. O autor pretende fazer uma leitura de mundo que sirva como um programa de desenvolvimento de líderes e dirigentes das empresas.
 
 
 
 
DICIONÁRIO DE TERMOS GASTRONÔMICOS EM SEIS IDIOMAS
Roberta Malta Saldanha, Editora Senac
 
Como pedir uma picanha nos Estados Unidos? Como reproduzir a receita de um chef estrelado sem traduzir os termos? Essas e outras dúvidas frequentes de viajantes, chefs, estudantes, turistas e amantes da gastronomia em geral podem ser facilmente resolvidas com a consulta a esta obra.
 
 
 
 
 
Eu indico
Trilogia: 1808; 1822; 1889, de Laurentino Gomes, editora Planeta
 
Nesta trilogia, o autor conta sobre a chegada da família real ao Brasil até a Proclamação da República. A obra põe abaixo a ideia de que dom João 6º resumia-se a um personagem caricato. Assim como Pedro 1º e Pedro 2º, dom João era culto e com forte tendência republicana. A monarquia agonizava em Portugal, mas a opção por mantêla no Brasil partiu da análise de que a população brasileira, formada por escravos e índios, não era capaz de votar. A trilogia me leva a crer que até hoje o Brasil sofre com essa incapacidade. 
 
Vagner Falda, dentista, morador do edifício Rio Negro

Revista Tutti Vida & Estilo Ver todas


Index Soluções
MBM Escritório de Ideias.
Rua Professor Luiz Curiacos, 109 – salas 513 e 514   Cidade Jardim   CEP 13416-461   Piracicaba SP  Fone 19 3371 5944  contato@mbmideias.com.br